quinta-feira, 27 de maio de 2010

Um pouco de mim

Hoje faz exatamente dois meses que eu fiz minha cirurgia de gastroplastia. Não passou rápido, pelo contrário, parece que faz mais tempo. É verdade. Eu já fiz tanta coisa de lá para cá, principalmente desde que voltei de São Paulo, onde fiquei uns dias na casa da minha irmã me recuperando (a cirurgia foi realizada lá também). Mas, enfim, eu toquei no assunto para dizer que nesses (míseros) 60 dias, eu já joguei fora 22,3 quilos. É muito peso... E eu estou muito feliz com o resultado que estou tendo. E não estou fazendo nenhum sacrifício enorme... pelo contrário!

No trabalho as coisas andam do mesmo jeito: os mesmos processos, as mesmas pessoas, as mesmas coisas, os mesmos problemas, as mesmas intrigas. Depois de 2 anos e 7 meses fazendo o mesmo tipo de trabalho, não dá mais para dizer que é novidade. Vira rotina e pronto. A diferença principal está em mim. Agora, quanto estou ociosa por lá, não perco mais tanto tempo olhando besteira na net, jogando no computador ou batendo papo pelos corredores ou na sala mesmo. Fico produzindo, cuidando das minhas coisas pessoais, dos meus processos. Ganhei horas e horas dos meus dias, ou melhor, das minhas noites, para me dedicar a meus hobbies e ao lazer. O que eu fazia em casa, cansada, depois que chegava, agora faço por lá mesmo...

Com os meus processos particulares, por outro lado, as coisas estão agitadas. Já fiz muita coisa desde que voltei e ainda tenho mais para fazer. Quando eu penso que está acabando e que vou poder relaxar por alguns dias, vem um despacho, uma sentença ou uma causa nova, e o ciclo recomeça... Mas não estou reclamando, de jeito nenhum, afinal de contas, quanto mais trabalho, melhor!

A pós-graduação está às mil maravilhas. Estou tendo aula com um professor que eu adoro, um Desembargador Federal. As aulas dele são ótimas. Para compensar os dias que eu faltei por causa da cirurgia, ele me passou dois trabalhos, que já foram devidamente feitos durante a semana e serão entregues amanhã.

E por falar nesta semana, segunda-feira precisei revelar umas fotos para usar como prova em um processo, e acabei relevando algumas para dar continuidade aos meus scraps. Consegui fazer 5 folhas de um álbum que está pela metade e estava há muito abandonado, ainda de 2008, mas tive que parar porque queimei meus dedos com cola quente (agora eu sei porque se chama cola quente!!). Eu adoro fazer scrapbooking, é uma verdadeira terapia para mim. Eu não sou profissional, pelo contrário, sou amadora até demais, mas vou me virando. É o terceiro álbum que estou fazendo, e já tenho mais dois no forno para quando acabar esse.

Com relação às amizades, andei tendo alguns contratempos e mudando meus conceitos com relação a algumas pessoas. Eu já deixei a época de colégio para trás há muito tempo na minha vida, com as briguinhas, as fofoquinhas e as intrigas. Hoje, prefiro resolver as coisas cara a cara, como qualquer pessoa “grandinha” deve fazer. Se não quiser minha amizade e minha companhia, por outro lado, paciência, eu não corro atrás, prefiro ficar na minha e conviver apenas com quem me faz bem. Por causa desses atritos, estou em uma fase mais introspectiva, mais “na minha”. O que não significa que eu não tenho dado a devida atenção a quem merece...

A vida amorosa está meio parada, mas eu não tenho pressa. O que não impede de rolar umas paqueras e umas trocas de olhares (e que olhares) com um certo indivíduo... Um joguinho, aliás, que eu adoro!

No mais, sem mais... Por enquanto, é isso! A vida sempre pode melhorar, mas do jeito que está, eu não tenho do que reclamar

1 comentários:

Julie disse...

Rafa,
Sem mais nem menos: esse mês que vc passo aqui conosco foi maravilhoso! Há muitos anos não convivíamos tanto, com tanta qualidade... Sei que vc sabe disso. Vc não deixou saudades, vc veio com amor e levou amor!
Continue firme!
Estamos aqui, sempre!
Beijos cheios de carinho,
Julie, Bia e Malu!

Postar um comentário